Cleyson Dellcorso

4 dicas para se sobressair em uma equipe

Todas as nossas ações influenciam pessoas ou grupos, assim como somos influenciados pelos outros. Disso não escapamos, pois por sermos indivíduos sociais nos coloca sempre como parte de um todo. Tudo isto tem ação em nosso desenvolvimento profissional.

Quer seja na família, no trabalho ou até em nosso lazer estamos constantemente influenciando ou sendo influenciados pelos outros. Em todos os cenários somos nós que escolhemos a forma em que isto vai acontecer e seu resultado poderá ser bom ou não para a nossa convivência.

No trabalho fazemos parte de uma equipe e é nela que, diariamente, passamos a maior parte do nosso tempo, portanto cabe também a nós escolhermos como será esta convivência. Escolhas certas contribuirão para nosso desenvolvimento profissional e fará com que nossa carreira seja tranquila e continua ascensão.

Não basta querer ter o melhor ambiente profissional possível, todos queremos nos sentir como pertencente ao grupo, isto é, que sejamos reconhecidos, ouvidos ou até ter o sentimento que também somos importantes às tarefas que a equipe deverá entregar.

Por razões diversas muitas vezes nos sentimos como alheios ao grupo, sem a sensação de pertencimento ou sentimos que estamos ali, por que temos algum conhecimento especifico que é importante para a condução do trabalho, mas nada mais que isso: não nos valorizam, muitas vezes não somos convidados para eventos sociais externos, como aniversários de colegas ou mesmo happy hours.

Na maioria das vezes, somos os responsáveis por esta situação e aqui quero compartilhar 4 dicas de como não cair nessa armadilha, pois se este ambiente persistir, a tendência é que a nossa jornada de trabalho seja um período de sofrimento, o que não é bom nem para nossa saúde, nem para nossa carreira.

1 SER OTIMISTA

É indispensável não se entregar diante do primeiro obstáculo que surge. O pessimismo influi no desempenho e compromete o clima organizacional.

Já tive um colaborador que via tudo pelo lado negativo. Quando era proposta uma nova tarefa ao grupo, a sua primeira observação era: não vai funcionar; o que tornava o ambiente pesado e sem espírito de equipe, além de que, durante o expediente, reclama de tudo e de todos. Os demais membros da equipe diziam que havia uma nuvem negra constantemente sobre sua cabeça.

O otimismo e companheirismo aproxima as pessoas e traz reconhecimento.

2 SABER COMPARTILHAR CONHECIMENTO

O profissional não deve temer a disseminação do conhecimento com seus pares.

Quando compartilhamos o nosso conhecimento com os demais membros da equipe, toda ela cresce, passa a ser mais bem vista em todas as esferas administrativas, além de angariar respeito e autoridade para quem dissemina seu conhecimento.

O tempo de guardar para si “o pulo do gato” já passou. Se alguém, ainda hoje, pretender guardar só para si o que sabe, sem pretender auxiliar seus pares, colocará por terra um dos pilares da liderança, o que certamente dificultará para que esta pessoa obtenha algum cargo de gestão na empresa.

3 TER ASSERTIVIDADE

Uma pessoa assertiva é hábil para expressar posicionamentos, ideias e até mesmo suas emoções. Ao ser assertivo, o indivíduo defende seus direitos e respeita os dos colegas. Assertividade é competência essencial para dar feedback.

Um grande problema é que alguns profissionais entendem assertividade como arrogância ou agressividade. Fuja desta ideia, pois é falsa e certamente atrapalhará a sua carreira.

4 COMPORTAMENTOS DE LIDERANÇA

Este item, por si só daria um extenso texto, mas aqui pretendo chamar a atenção apenas em alguns poucos comportamentos do Líder do Século XXI

  • Saber influenciar para que se atinja um objetivo
  • Ter ética e apenas prometer o que pode e vai cumprir
  • Ter boa comunicação
  • Ter transparência em suas ações
  • Ter empatia e o seu produto que é a compaixão
  • Ter comportamento de um líder coach

Como bônus, quero apresentar a 5ª dica, que é fundamental:

5 DISCORDAR DO TÍTULO DESTE ARTIGO

O profissional que pretender ter uma carreira em continua evolução, não deverá querer se sobressair em sua equipe.

Segundo Jim Collins que estudou o estilo de liderança nas empresas de sucesso, a humildade é uma das principais características para quem quer investir em seu desenvolvimento profissional.

Necessariamente deverá ter em mente que todo o grupo deve ser forte, que todos trabalham para o bem comum e que o culto a personalidade é algo do passado.

Se o seu objetivo é uma futura promoção, percorra caminhos diferentes, aguarde que abordaremos este tema em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.