02 jul

Como fazer uma mudança de carreira

Como terapeuta de Desenvolvimento Pessoal e Profissional quase que diariamente me deparo com profissionais que não estão satisfeitos em suas carreiras, que se sentem no emprego errado, mas que têm um medo muito grande em fazer uma mudança de carreira.

Realmente, mudar de carreira nos tempos atuais é assustador, mas não impossível.

Minha sugestão inicial é:

  1. Reúna toda a coragem que puder
  2. Economize dinheiro e faça um caixa de contingência
  3. Faça um plano consistente para a migração

Após estas dicas iniciais, percebe-se uma grande interrogação na cabeça das pessoas e de uma forma ou outra vem a pergunta: legal…. mas começo por onde?

O processo é simples, digo eu, mas precisa ser bem elaborado e estruturado, informações preliminares são necessárias e os itens iniciais que devem ser observados, antes mesmo de começar o processo, são estes:

Analise seus soft skills

Faça uma planilha com duas colunas, uma com os soft skills que você tem certeza que fazem parte do seu comportamento e outra com as soft skills necessárias para a profissão desejada.

Observe as que estão faltando e analise como poderá agregar estas habilidades.

Hoje, as competências comportamentais têm quase o mesmo valor das competências técnicas, portanto dê a mesma atenção para ambas.

Capacite-se com novos cursos

Dependendo da profissão escolhida você terá que retornar aos bancos escolares, mas isto ocorre em carreiras específicas como medicina, engenharia, direito, etc.

De um modo geral, talvez tenha que fazer cursos rápidos de capacitação e/ou certificação. O importante é você fazer uma análise prévia de soft skills e habilidades técnicas que possui e buscar sanar as lacunas.

É comum, pessoas utilizarem a habilidade de autodesenvolvimento que possuem e buscar este aprimoramento sozinhos, sem auxílio externo.

Talvez seja mais importante ter uma ajuda externa para a elaboração do road map da migração.

Converse com as pessoas certas

As primeiras pessoas com quem você deve conversar são aquelas que direta ou indiretamente têm relação com sua decisão de mudança de carreira, normalmente estas pessoas são os familiares.

Em segundo lugar, busque na network ou peça indicação aos amigos de pessoas que estão atuando nesta área e que possam tirar algumas de suas dúvidas, melhor ainda seria se estas pessoas trabalhassem com recrutamento e seleção.

Pratique o autoconhecimento

Após ter avaliado os gaps de soft skills e de ter bastante informação sobre a carreira pretendida, pare, reflita e observe algumas questões:

  1. O que levou você a quere mudar de profissão?
  2. Qual é o seu relacionamento com seu chefe, seria ele o responsável pelo desejo de mudança de profissão?
  3. Faça a mesma avaliação para sua empresa. Será que o desejo de mudança é por estar feliz na sua empresa?
  4. Observe também, se não existe também algum outro aspecto de sua vida que esteja exercendo influência negativa sobre a profissão atual.
  5. Faça uma análise profunda da situação

Fazer uma transição de carreira é um negócio arriscado – que vale muito a pena para a carreira certa. Apenas certifique-se de que você sabe que quer seguir esse caminho e que chegou à conclusão correta sobre a direção de sua carreira.

Did you enjoy this article?
Signup today and receive free updates straight in your inbox. We will never share or sell your email address.
I agree to have my personal information transfered to MailChimp ( more information )
Loading Facebook Comments ...

Leave A Reply