04 abr

Estou relendo sobre INTELIGENCIA ESPIRITUAL

Nos últimos anos a transformação que vem ocorrendo na sociedade parece acontecer de forma mais acelerada, o que nos instiga a entender o mecanismo de como ela se processa nas empresas e, para isso, nossa tarefa é facilitada com o entendimento do Capital Espiritual e sua influência na gestão de pessoas.

Para que entendamos o Capital Espiritual é importante que identifiquemos a sua base que é a Inteligência Espiritual, não sem antes ter em mente que nem um e nem outra tem qualquer relação como religiões, seitas ou crenças.

A inteligência Espiritual está relacionada em como:

  • Administramos os problemas de sentido e valor.
  • Podemos entender nossa existência e nossos atos em um contexto mais amplo.
  • Fazemos nossas escolhas
  • Fazemos nossos julgamentos da situação em que nos encontramos e para onde realmente desejamos ir.
  • Nos preocupamos mais com o “para quê” do que ao “porquê” das coisas

A Inteligência Espiritual somada as outras Inteligências, lógica e emocional, nos permite ser indivíduos racionais, emocionais e espirituais, simultaneamente.

O Capital Espiritual, foi conceituado por Danah Zohar no início deste século, como sendo “a riqueza que extraímos de nossos mais profundos valores e princípios, propósitos fundamentais e motivacionais mais elevados………e que se faz necessário nas organizações, comunidades e culturas da sociedade global da atualidade”

Tenho encontrado muitos profissionais com elevado grau de Inteligência Espiritual, mas que de certa forma não a coloca em aplicação no dia a dia em suas atividades, assim como tenho visto muitas empresas que não priorizam ou pior, não têm conhecimento de sua existência, distanciando a sua realidade da dos colaboradores, dificultando sobremaneira a gestão das pessoas.

Quais seriam então as vantagens de uma organização ter conhecimento e aplicar o conceito de Capital Espiritual? Não é difícil enumerar os mais significativos:

  • São organizações que evoluem, além de sustentáveis
  • Sofrem um crescimento de dentro para fora com profundos sentimentos de propósito e direção
  • Têm suas estratégias em um contexto mais amplo de significado e valor
  • Conseguem passar aos seus colaboradores o espirito de comprometimento com a organização e com a sociedade.
  • Têm mais difundido os conceitos de missão e valores
  • O trabalho em equipe flui mais naturalmente
  • Seus colaboradores fazem a diferença, tornando-se líderes com maior facilidade
  • Seus colaboradores têm maior autoconhecimento, Autoestima, espontaneidade, visão sistêmica e como consequência a este conjunto, apresentam resiliência mais elevada.

Nos programas de Coaching que conduzo tenho adotado sistematicamente a abordagem dos conceitos de Inteligência e Capital Espiritual e tenho observado uma mudança significativa no comportamento do Coachee com resultados bastante animadores.

Como está a sua Inteligência Espiritual?

SUGESTÃO DE LEITURA

Aprenda a desenvolver a inteligência que faz a diferença. Este livro de Danah Zohar e Ian Marshall defende a ideia de que além do QI (quociente intelectual) e do QE (quociente emocional), a inteligência humana também pode ser medida por meio da inteligência espiritual, o QS, o quociente fundamental de todos. O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito e objetivo na vida. Ele é o responsável pelo significado de nossa existência, pelo desenvolvimento dos valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações no dia a dia. Conhecer o potencial do nosso QS e desenvolvê-lo nos permitirá alcançar metas com mais eficiência.

Danah Zohar e Ian Marshall apresentam uma nova visão da sociedade capitalista que vai além do materialismo e da ganância que imperam no mundo de hoje. Riqueza e capital neste livro são conceitos muito valiosos que em nada se relacionam com dinheiro. Os autores revelam às organizações uma nova maneira de agir com base em valores maiores e não apenas em benefício próprio.

Loading Facebook Comments ...

Leave A Reply