Cleyson Dellcorso

Desenvolvimento profissional no Home Office – 4 dicas

Desenvolvimento Profissional mesmo em Home Office

Como posso ter desenvolvimento profissional estando em Home Office?

De um dia para outro e sem que estivéssemos preparados, nos vimos na necessidade do home office. A maioria, aprendeu com os próprios erros, e de forma empírica foi levando suas atividades. Muitos até se saíram muito bem.

Outros se preocuparam com o fato de que não seriam notados pelos gestores, pois atuando virtualmente seriam menos vistos, o que poderia dificultar o seu desenvolvimento profissional sob o ponto de vista da carreira.

Um bom número, mesmo tendo dificuldades com o home office, foi se adaptando, porém sempre com o sentimento de que seria algo passageiro e que, em pouco tempo tudo voltaria ao normal.

Na realidade o que aconteceu é que além da redução do custo operacional para as empresas, também reduziram as faltas ou atrasos e, o que foi mais interessante – algumas áreas apresentaram uma significativa melhora na produtividade, o que levou a uma conclusão bastante óbvia: Se no conjunto for melhor para a empresa, vamos manter este procedimento, pois atinge o binômio mágico – mais barato e melhor.

O home office pode ser bastante vantajoso, para ambas as partes.

Se esta situação vai continuar para muitos profissionais, quero dar 4 dicas que facilitam em muito o Home Office, pois além de melhorar a atuação, fará, com certeza, que haja uma maior presença profissional o que favorece o desenvolvimento profissional e da carreira.

Trabalho

Faça seu trabalho de forma normal, como se estivesse atuando presencialmente. Os estímulos para divagação ou distração serão menores, portanto, aproveite todas as oportunidades para autodesenvolvimento, afinal a Internet está inteiramente a sua disposição, para pesquisas ou mini cursos. Reserve um tempo para isso. Os bons treinamentos online, são divididos em aulas curtas, sempre dá para assistir uma ou mais aulas por dia.

Trabalhe com determinação, seja objetivo e preciso. Você será responsável pelo seu desenvolvimento profissional, pois investirá na capacitação e não em meios para se fazer notar. A qualidade do seu trabalho deverá ser seu cartão de visitas.

Lazer

Ajuste o seu tempo para ter alguns minutos de lazer no meio da manhã e outros no meio da tarde.

Faça algo que não esteja relacionado ao seu trabalho, saia de sua mesa, tome um café ou se possível, caminhe por alguns minutos. Pessoalmente, no período da manhã, prefiro fazer uma breve caminhada, de no máximo 5 minutos na calçada em frente de casa. Os quase 20 anos de Home Office contínuos, me mostraram que isto é bom para mim. Descubra o que melhor se adapta a você, mas não deixe de fazer, pois ele também influenciará em seu desenvolvimento profissional.

Algumas vezes, saio de meu posto de trabalho e leio alguns capítulos de um livro, normalmente filosofia, mas sempre em local diferente de onde trabalho.

Não deixe de usufruir de um bom tempo de lazer nos finais de semana, esqueça que existe computador nestes dias.

Exercícios Físicos

O desenvolvimento profissional passa também pelo seu estado físico e de quanto você cuida de seu corpo.

Ao menos três vezes por semana, faça exercícios físicos. No mínimo 30 minutos já são suficientes.

Talvez você julgue não ter tempo para isso, o que não é verdade. Trata-se apenas de uma boa administração deste bem importantíssimo. Se você investir em sua parte física, haverá reflexos na parte intelectual, o desgaste mental será menor e consequentemente conseguirá ajustar seus horários.

Pessoalmente, antes desta quarentena, caminhava três vezes por semana, ao final da tarde entre 5 e 8 Km, conforme sugestão de um especialista para pessoas de minha idade. Na quarentena, faço esta caminhada em uma esteira, o que não é tão agradável. Uso estas caminhadas, também, para refletir sobre os temas de filosofia, lidos anteriormente.

Desenvolvimento Espiritual

Se o corpo é beneficiado com exercícios físicos, a mente também necessita de atenção especial.

Escolha a maneira como quer fazer o seu desenvolvimento espiritual, pois deverá estar alinhado com suas crenças.

Vou dar um exemplo pessoal para que fiquem claros os objetivos desta dica.

Há mais de duas décadas, três vezes por semana, logo pela manhã, pratico aproximadamente 45 minutos de meditação e aproximadamente 15 minutos de oração, pois como cristão gosto de iniciar o meu dia alinhado com minha fé.

Nos demais dias, faço 20 minutos de meditação e aproximadamente uma hora entre estudo bíblico e oração.

O importante é que você encontre a melhor maneira para o seu desenvolvimento espiritual, mesmo que seja ateu ou agnóstico, pois todos temos algo que transcende nosso corpo físico. Tenho um amigo que pratica Yoga, nesta atividade.

Como atuo em Home Office há mais de duas décadas, quis compartilhar com você estas 4 dicas, pois certamente trarão a você os mesmos benefícios que venho obtendo.

Sinta-se a vontade de compartilhar suas experiencias aqui abaixo, nos comentários.

 

Você pode acompanhar o meu trabalho por aqui e meus Podcasts por aqui  

Aproveite e siga o meu Instagram  e meu perfil no LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site usa cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.